quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Síndrome da Cauda Equina

                                       

Síndrome da Cauda Equina é uma condição neurológica, uma compressão aguda que afeta as raízes nervosas na região lombar da medula espinhal.
Os sintomas da síndrome são fraqueza nas pernas, perda de tônus muscular, dor, dormência e dificuldade de se levantar de uma cadeira, por exemplo. Corre-se um grande risco de ficar paralítico caso a descompressão não seja feita. 
Bom...
Voltei ao ortopedista e realizei radiografias na região lombar e nos joelhos; havia levado laudos e exames dos pés, mãos, joelhos e coluna e mostrei a ele. 
O diagnóstico não é muito agradável e foi constatada a onipresente e ubíqua artrose, mas o que me preocupou mesmo foi essa tal de síndrome de cauda equina. 
Reclamei de fraqueza nas pernas, dormência, dificuldade para me levantar de um lugar, como cadeira, sofá, cama... 
Estou me sentindo muito fraca, cansada e dolorida.
Farei exames de ressonância magnética, que são mais claros e precisos e até tudo ficar pronto, vou levando com remédios leves e fisioterapia. O médico suspendeu o uso contínuo de anti-inflamatórios, pois elevam a pressão arterial e eu sou hipertensa de pai e mãe.  
Farei os exames e o ortopedista estuda a possibilidade de nova cirurgia para a descompressão da medula na região lombar e para isso, precisará remover os parafusos e hastes que já estão lá. Vai dar um trabalhão danado de grande.
A boa notícia é que a cirurgia é feita com a ajuda de robô e a precisão é maior e a margem de erro muito menor. Ainda bem.
Saí do consultório meio chateada, eu já estava chateada pelo resultado dos exames de sangue e fiquei um pouco mais após a síndrome da cauda equina.
Mas é só mais uma fase besta que vai passar, se Deus quiser.
É isso.

Cauda Equina
                                  

                                       



3 comentários:

  1. Olá amigos, sou Maiquel Costa tenho 28 anos e estou com a síndrome da cauda equina desde o dia 28/10/2011 depois de uma cirurgia de artrodese lombar el L4-L5-S1. Vejo tendo todos os sintomas desde então, disfunção para urinar e evacuar,já tive incontinência urinaria e de fezes, agora tenho retenção, falta de sensibilidade na sela, tenho ereção e não tenho orgasmo pelo fato de não sentir o pênis, tenho falta de força nos membros inferiores e falta de sensibilidade nos mesmos. Depois de muito tratamento que ainda segue até hoje venho conseguindo me adaptar a essa nova vida cheia de limitações porém cheia de esperança de um dia ser como antes uma pessoa saudável e cheio de vida. Meu tratamento consiste em fisioterapia + hidroterapia + natação + musculação + medicamentos para reconstrução da terminação nervosa lesionada. Posso dizer pra vcs que venho tendo melhoras muito relevantes, pois sai do hospital em uma cadeira de rodas, passei a um andador de 4 apoios, depois para duas muletas, depois para uma muleta e hoje ando sem elas com uma certa dificuldade. Deixo o meu contato de e-mail e MSN maiquel_costa@hotmail.com e o link do meu blog http://sindrome-da-cauda-equina.webnode.com/ caso alguém tenha intenção de entender melhor a situação.
    Abraços Maiquel Costa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigos, sou eu novamente, Maiquel Costa!
      Venho contar a vcs que depois de 17 meses de pós lesão voltei a ter a função fisiológica ( urina e fezes ) normalmente, e o mais impressionante de todos, voltei a ter orgasmos, ejaculação tudo como antes, a cada dia que passa tudo fica melhor. Hoje em dia a unica coisa que ainda luta muito para recuperar é a marcha completa, pois ainda ando com dificuldade.Deixo o meu contato de e-mail e MSN maiquel_costa@hotmail.com e o link do meu blog http://sindrome-da-cauda-equina.webnode.com/ caso alguém tenha intenção de entender melhor a situação.
      Abraços Maiquel Costa

      Excluir
    2. Olá Maiquel,
      Fiquei bem mais animado pelo tua recuperação. Fiz cirurgia de urgência em Setembro de 2013 ao sindrome de cauda equina, e quase 6 meses depois as melhorias não são assim tantas. Nunca deixei de andar, mas anastesia em cela e descontrole dos esficteres e impotencia ainda persistem. Gostava de falar contigo... será que 6 meses é pouco tempo.
      miguelxavier74@hotmail.com

      Excluir

Deixem comentários, adoro saber o que pensam sobre o blog. Obrigada ;-)